domingo, 22 de junho de 2008

constantly on trial

as aparências iludem e no caso do bill callahan a expressão ganha força. com ar de betinho de primeira apanha de camisinha aos quadradinhos assume o palco primeiro que todos os restantes membros da banda e solta logo aquele vozeirão, caindo por terra a ideia de ser o tipo que era a chacota do liceu. fixa o olhar em cada um dos que estavam na sala. o olhar é de desafio e intimida como que a dizer, vocês pensavam que eu não era capaz disto, de dar esta roupagem rockeira a todas coisas desassombradas que canto. está completamente desempoeirado, atende aos pedidos do público e brinda-nos com um alinhamento de sonho, sem a sobranceria da ex-namorada, reparte-o com músicas dos smog e do álbum a solo. our anniversary, diamond dancer, say valley maker, sycamore, river guard, rock bottom riser e as surpreendentes cold blooded old times e bloodflow com direito a poses de rock star. deixa-nos nas cordas.

2 comentários:

menina limão disse...

cantou smog?! se eu soubesse! (!!!)

dava tudo para ouvir a our anniversary. foda-se.

Anónimo disse...

e se eu o tivesse conhecido bem antes! e se eu não tivesse ido ao coliseu uns dias antes!...


os gaijos que ficam na primeira fila são sempre os primeiros a ir às cordas. -_-